domingo, 30 de outubro de 2011

MapServer - educação cartográfica interativa

Hoje vou para postar um material bacana que eu encontrei lendo a revista FOSGIS Brasil 03 Setembro 2011, onde foi citado algumas fontes para mapas digitais interativos que podem ser utilizados também com nossos alunos.
Uma observação especial em dois desses links, um deles é o da Mineropar (imagem abaixo) com dados de Geologia Básica, Ambiental, Geoquimica, Recursos Ambientais, já que trata-se de dados do nosso querido estado do Paraná e o do Ministério da Saúde (imagem abaixo), e que para exemplo utilizei-me de dados selecionados de homicídios de jovens de 20 a 24 anos de sexo masculino no ano de 2009 no Estado.

- Ministerio do Meio Ambiente
http://mapas.mma.gov.br/i3geo
- SIGAESA – Paraiba
- MINEROPAR - Minerais do Parana
- GeoBahia
- Atlas da Saude
- Servico de Informacao do Estado do Para
- JAMPA em Mapas - Joao Pessoa
- Fundacao Nacional do Indio




 

- Mapa Interativo de Santa Catarina

domingo, 16 de outubro de 2011

Mapa Interativo IBGE

Se estava procurando um mapa interativo em que pudesse abordar assuntos como População dos países, indicadores sociais, Meio Ambiente, Objetivos para o Milênio, além de fotos e um ótimo ambiente virtual para desenvolver estas atividades então acabou de encontrar.

No site http://www.ibge.gov.br/paisesat/main.php é possível agregar tudo isso além de poder exportar os dados pesquisados.


domingo, 9 de outubro de 2011

Videos CPTEC - Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos

O CPTEC está disponibilizando vídeos educacionais que abordam os mais diversos temas, tais como, Efeito Estufa, Mundanças Ambientais, Ciclo do Carbono, Balanço Hidrico, El Niño, Relevo e Clima, enfim, uma gama imensa de possibilidades para uso em sala.

O link para acessar os vídeos é http://videoseducacionais.cptec.inpe.br/


sábado, 1 de outubro de 2011

O Uso de Fotografias Aéreas

Este relato de experiência refere-se a oficina "o uso de fotografias aéreas" que foi realizada no dia 23 de agosto no Colégio Estadual Flávio Ferreira da Luz. Tendo como objetivos permitir que os alunos tivessem contato e pudessem manusear as fotografias aéreas da área onde o colégio está inserido, através de elaboração de mosaico aerofotogramétrico.


Participaram desta oficina um total de 47 alunos das 5ª séries, os quais foram divididos em grupos de quatro a cinco pessoas. Antes de iniciar a prática de elaboração do mosaico, foram esclarecidos alguns conceitos básicos de fotogrametria; eles puderam enxergarem estereoscopia através do par estereoscópico e do aparelho estereoscópico e foram apresentadas fotografias de anos distintos da área permitindo a análise espaço-temporal.

Para elaboração do mosaico, seguiram-se os seguintes passos:
1. Traçar ponto central da fotografia; 2. Recortar marcas fiduciais e cabeçalho; 3. Sobrepor as fotografias de modo a formar uma figura contínua; 4. Recortar excessos; 5. Colar na cartolina; 6. Colocar as informações contidas nas fotografias aéreas.


Apesar do curto período de tempo da oficina, constatou-se o envolvimento dos alunos com as atividades e os mesmos conseguiram compreender todo o processo e a finalidade do produto elaborado.

Elaine Frick


Uso de Carta Imagem

No dia 23 de agosto desenvolvemos uma atividade em Oficina apresentada aos alunos da 7a e 8a do Colégio Flávio Ferreira da Cruz/Curitiba (duas turmas de aproximadamente 30 alunos cada) o qual consistiu da leitura de imagens de satélite tendo como referência a cidade de Curitiba. O trabalho se deu na sobreposição de um papel vegetal na carta imagem para identificação dos elementos tabalhados em sala. Os aspectos abordados foram as formas do elementos da paisagem, características de rugosidade dos objetos, sombras, respostas de reflectância, utilização de bandas espectrais das imagens de satélite e diversos outros elementos. 

Materiais utilizados:
- Carta Imagem da Região de Curitiba em escala de 1:25000
- Papel vegetal
- Canetinhas
Esta é a imagem trabalhada de Curitiba e Região Metropolitana

Esta atividade possibilitou compreensão do posicionamento espacial onde o aluno está inserido e a observação de aspectos da paisagem que até então passavam despercebidos.  Quanto ao resultado? Não poderiam ser melhores. Como poderão observar os alunos foram capazes de apontas os corpos d'água, vias principais e o mais interessante, a exemplo da imagem abaixo, foram capazes de apontar até mesmo o posicionamento da serra do mar sem este sequer estivesse presente no mapa, algo realmente gratificante. Obs. não houve auxílio direto após a aula para concluirem estes aspectos.



Trabalho sem sobreposição
(ocultei o nome do aluno a fins de sigilo)
 

Este é trabalho concluido com sobreposição



Procurar material neste Blog

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Sweet Tomatoes Printable Coupons